terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Vovó Sara.

sinto bastante falta
de conversar com a minha avó
e ouvir conselhos em castelhano.

após algumas empadinhas,
parecia que os problemas da vida
ficaram suaves.

ela não gostava de comer muito,
preferia tomar um chimarron
no fim da tarde.

a televisão sempre ligada
no globo news. não escapava
uma notícia dos seus olhos.

sara tinha uma peculiaridade,
ela não tirava o salto alto.
usava o sapato até em casa.

senhora baixinha e magrinha.
sua delicadeza potencializava
uma elegância natural.

a verdade é que não dá para falar
todas as qualidades de sarita
em um pequeno poema.

13 comentários:

  1. haviam ficado* suaves.

    ah..que graçaaa
    adoreeei, muito lindo esse carinho de neto pra vó *-*
    err.. eu moro com a minha,quando ela sái ou viaja eu sinto a maior saudade =D

    ;*

    ResponderExcluir
  2. Suave de se ler, amor de vó é pra sempre.

    ResponderExcluir
  3. Fofito, fofito o seu poema – porque cheio de carinho e espontaneidade. Abraços e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  4. Lindo e delicado... brilhante!!!... Valeeeeeeu!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito gostoso de ler, e achei muito fofo também. :D

    ResponderExcluir
  6. Bem sutil o poema
    Gostei!

    http://cerebro-musical.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Hum .. Gostei !
    Adoro minha vó.

    ResponderExcluir
  8. O poço de sabedoria!! Minha avó, mesmo após anos aqui no Brasil, teimou em não aprender muito bem essa lingua "maldita", como ela mesmo diz rsrs... Os dialogos sempre são em Croata. Veeez ou outra, ela conversa em portugues, segundo ela, só pra não enferrujar nesse idioma! :D

    ResponderExcluir
  9. Esse poema me fez lembrar minha tia avó.Gostei da maneira como descreveu os gostos dela.Aproveitemos a companhia de nossos entes queridos em especial dos mais velhos, sempre tem boas histórias.Sucesso!!

    ResponderExcluir
  10. Poxa que legal homanegear a vó. Perdi bastante pessoas nos ultimos 4 anos, sei como é...

    Parabéns pelo texto.

    TJ do loucosporvirtude

    ResponderExcluir
  11. Tenho uma poesia em que homenageio minha avó também...
    Por ela assistir globo News creio que a perda é relativamente recente: meus pêsames e parabéns pela poesia.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  12. Adorei.
    Vó só tem duas. Conheci ambas e eram muito graçinhas. Eu amava minhas avós.

    http://muzzique.blogspot.com

    ResponderExcluir