quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Tesouro dos Tempos Modernos


arrastei umas poltronas do starbucks
e achei uma tomada.
a sensação de felicidade foi a mesma
que o mario bros tem ao pegar uma estrelinha

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Sobre nosso amor

eu posso  compará-lo
a um par de meias.
uma dupla perfeita,
embolados na gaveta.
e se um dia nos perdermos,
ficaremos o resto da vida
incompletos.
com uma saudade eterna
do chulé um do outro.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

T E M P O

no tempo em que o tempo
passa sem ser notado.
esse tempo dá saudade
e é bem diferente do tempo
em que o tempo nos faz lembrar
do tempo que tudo acontecia
em tempo de acontecer.

terça-feira, 21 de junho de 2016

Cabaret

enquanto rolar música
o cabaret segue a todo vapor
os convidados dançam
por todo salão a boa música
de luisiana.

ela acendeu um cigarro
e se debruçou
na cauda do piano
talvez para descansar
do pileque ou do salto alto

em cima do piano
duas taças de vinho
balançam a cada nota 
dedilhada 



sexta-feira, 27 de maio de 2016

Do passado para o Futuro ou do Futuro para o Passado?

se você está lendo
esse texto agora
significa que do passado
eu fui o seu futuro e agora
virei o presente aqui.

ainda do passado planejo esse presente que foi meu
e agora é seu
também escrevo o desenrolar do meu futuro e do seu
nas próximas linhas.

agora se você já está relendo
esse texto, conhece o desfecho
dessa história, isso significa
que já fui seu passado, presente
e futuro e talvez se você gostar bastante
desse texto, serei isso várias vezes.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Quinze Horas e Cinco Minutos na Rua Inglês de Sousa,404

a porta de correr
separa o jardim da sala
lá de cima da escada
vem ele
nada delicado
descendo
pelo corrimão


ainda despenteada
maria se joga no sofá

sergio desconcentra do piano
mas continua tocando,
ele olha para os dois e diz
descalços não! vão colocar o chinelo agora!
ah, maria,  aproveita e penteia esse cabelo também!
as crianças correm para os quartos
e o blues  continua tremendo
por toda casa.



terça-feira, 10 de maio de 2016

Eras

era uma vez
que não é mais
é outra.

o que se vai,
foi.
e essa distância
que aumenta
o sentimento
de inalcançável
esvai o coração
na presença
inconfundível
do longe




sábado, 19 de março de 2016

há cinco anos
que sou abraçado
confortavelmente
por uma passageira
solidão.