quarta-feira, 10 de novembro de 2010

chinelo no pé é desleixo indispensável.
tem o péssimo hábito de acordar tarde.
na hora do almoço, toma seu café da manhã.
nunca conseguiu pular refeições.

paulo é narcisista, não pode ver um espelho
para ficar completamente obcecado com sua imagem.
continua com o velho cacoete
de ficar arrumando o cabelo o tempo todo.

frequenta a mesma doceria há mais de vinte anos,
paulo não esconde de ninguém
sua fissura por strudel de maçã.

16 comentários:

  1. mt boom o post *O*
    adoreii aqui ;]
    parabéns e sucesso ;D
    beeijo ;*

    http://raawwrrforlife.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Há uma porção de "Paulo" por aí: pula refeições, narcisismo e por aí vai ...

    Muito bacana o uso que você faz desse espaço.
    Abração do amigo "Calcanhar" aqui.

    ResponderExcluir
  3. Muito legal o post Curti o "Paulo" =P

    ResponderExcluir
  4. Muito bom.
    Acordar tarde faz parte dos pensadores: ainda que acordem cedo e continuem a pensar... filosofar.
    Viva o chinelo, o atraso.
    Viva o que é natural, e a poesia!

    abç Lufa
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  5. Adorei o ritmo da história em versos de Paulo...
    Também gosto de Strudel de Maçã.. hehehehe

    ;D

    ResponderExcluir
  6. bem bacana o blog e os posts do blog!!

    ResponderExcluir
  7. Um fiapo da realidade da vida de alguém.

    Nota 10!

    F.

    ResponderExcluir
  8. acho que todos nós somos um pouco Paulo ^^
    as pessoas tem a péssima mania de se acomodar ¬¬

    gostei do post ;D

    ResponderExcluir
  9. ninguém e igual a ninguém...mas muitas vezes nos acomodamos...e deixamos a vida seguir...uma reta,,,

    ResponderExcluir
  10. Parabéns!

    Texto perfeito!

    =)

    @camisrocha

    ResponderExcluir
  11. "tem o péssimo hábito de acordar tarde.
    na hora do almoço, toma seu café da manhã. "
    minha cara hauahauhauha.

    http://maisqueindelevel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Cara, muito bom.

    Quantos "Paulos" tem por ae ein, rs.


    Bjo

    ResponderExcluir
  13. Seu poema é paradoxalmente singulaar!
    Ao mesmo tempo que ele é único ele é geral,pois Paulo não representa apenas um, e sim muuitos!!
    Muuito bom o poema! =D

    http://herickajanine.blogspot.com

    ResponderExcluir