sábado, 27 de fevereiro de 2010

Sombra em Movimento.

a parede foi agredida
por uma mancha preta
que se movia constantemente.
logo, o borro negro
tomou formato de uma pessoa.
olhando para a parede,
era possível ver
um desenho se mexer
em gestos humanos.
as vozes reforçavam
a animação, contemplando
o feito de um cinema
antropológico.

15 comentários:

  1. Bem descritivo, criativo e dinâmico!!! Interessante, gostei!!! X) Sucesso para você!!!

    Visite meu blog tbm!!! http://neowellblog.wordpress.com/ Seja sempre bem vindo!!!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Bacana cara. Não Curto Muito poemas, poesias e afins. mas fico foda, e bem escrito.
    parabens pelo blog.
    abração véio.

    http://cafeholandes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. opa! bom texto cara! vou ler os outros! parabens pelo texto e pelo blog! gostei da sua maneira de descrever o cinema!
    abraço

    ResponderExcluir
  4. Que maneira criativa de tratar de alguém contemplando a própria sombra..
    ;)

    ResponderExcluir
  5. Imaginei um pouco a cena. E isso me lembrou (foi inevitável), cenas de um jogo chamado silent hill.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Essa mancha negra é uma sombra, não? Entendi assim, gostei.
    Fazi tempos que não via vc na comu.

    abç
    Pobre Esponja

    ResponderExcluir
  7. Poderia ser a parede, a sociedade? A terra em invenção, a mancha a propria humanidade?

    ;D cara tenho uam revista divital que divulga poesias, se quiser dar uma conferida baixa la.

    www.revistasunshine.com.br

    vlw!

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, excelente criatividade.

    ResponderExcluir
  9. Nossas sombras perseguidoras nos assombram.
    Abraços!

    http://wallnosekai.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. demais, demais!! :D
    as vezes o que falta para os escritores de blogs que se arriscam nos poemas é simplicidade! enfeites e arranjos nem sempre são benéficos, pelo contrário, apenas prejudicam, aqueles que não tem paciencia já leem com o pé atras, os pseudos-intelectuais enaltecem a poesia que muitas vezes não tem nada além de palavras bonitas...
    aqui há simplicidade e beleza da mesma forma, parabens, adorei mesmo, tanto que me empolguei a escrever, se não gosto, encurto um pouco meus comentários, mas sempre com sinceridade :)

    http://songsweetsong.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Muito interessante como você acrescentou poesia em uma simples sombra projetada na parede. Através da poesia vimos que coisas que pensamos não ter valor são muito significativas.

    ResponderExcluir