domingo, 16 de agosto de 2009

Azia X Gula.

insiste em aparecer
sem avisar
cisma em condenar
a refeição perfeita
nem a água é capaz
de apagar a queimação;
horas a fio de desconforto
a culpa é da gula
movida pelos olhos graúdos
e uma vontade instantânea
da repetição do prazer.

3 comentários:

  1. Meu amigo, vc tenta poetizar até a AZIA! :)

    Eu sou meio glutão, sei bem o que significam esses "olhos graúdos" e a vontade de (sempre) repetir - e também sei das consequências.

    ResponderExcluir
  2. Como você citou, a culpa é da gula! rs.
    Mas nada melhor do que se encher de coisas gostosas, mesmo as que não prestam! rs.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. vc vê poesia em tudo...
    até na azia!
    Acho isso lindo, lindo mesmo!
    parabéns

    ResponderExcluir