domingo, 28 de junho de 2009

Em Uma Dessas Casas.

era possível
ver os rostos
quando a luz branca
piscava ferozmente
música alta e incômoda


a mulher feia
andava sozinha
ela sorria
para todos os homens
que conseguisse enxergar


fumaça do cigarro
fazia os olhos arderem
na noite, a educação
se perdeu nos empurrões
definitivamente,


não gosto de boates

17 comentários:

  1. Então somos dois. Gostei bastante da parte da mulher feia.. rs

    ResponderExcluir
  2. Pzé, eu prefiro muito mais ficar sentada num bar conversando com os amigos do q me enfiar numa festa :D
    aheuaheuahea

    ResponderExcluir
  3. EUHEUHEHEEHUHEUEHE
    Adorei o poema, também não curto muito boates, nada como um barzinho, um bom e velho rock n'roll ou uma lapa.

    www.indio-indie.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. sempre gosto quando passo por aqui, seus poemas são ótimos, e esse não é diferente (:

    ResponderExcluir
  5. bom poema cara


    passa la nu blog..hj falei de personagens de cinema insolentes

    http://publicandobr.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhhh o que eu mais gostei no seu blog é que tem a cara do meu hauhauhauahuahauha

    ResponderExcluir
  7. muito bom o blog , seguindo!
    Abrç

    www.celebritypoke.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. também não gosto, paredes pretas, luzes piscando, musica bate-prego me deixa beirando uma sindrome de panico... muito mais um barzinho, um lugar que de p/ dançar descentemente, um cinema!

    ResponderExcluir
  9. é uma música? se for é muito boa! Liga a guitarra e faz o Rock'n Roll.. hehe

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. rsrsrs .. ficou engrçado .. e bem legal .. rsrs

    e isso é oq mais acontece ns boates .. srsrs

    Abç.

    ResponderExcluir
  11. simples, claro e cômico
    ótimo!!!
    Parabéns pela imaginação!!!!!

    ResponderExcluir
  12. É tão bom ler suas palavras, são todos muitos bons!!!

    megabriela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Belo poema, encontrou uma forma concisa de explicar seu gosto e descrever as pessoas que passam pra lá e pra cá, soube muito bem usar as palavras! Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. passando para retribuir a visita ao blog Celebrity Poke! no outro comentaria meau aki no seu blog eu disse seguindo mais não adicionei ...agora sim Seguindo auhahhua
    abrç


    www.celebritypoke.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Imprecionante a sutileza e realidade das palavras que formam um grande poema... parabéns pelo blog!

    Abrçs,

    http://www.blogmaneiro.com

    ResponderExcluir
  16. Um poema simples com um final supreendente, no início não se espera por esse desfecho.

    ResponderExcluir